segunda-feira, agosto 19

Maresia

Há dias que são apenas manhãs. Há manhãs onde correm todos os anos dos pretéritos. Há sempre uma neblina que cheira a mar e um café quente por entre as mãos unidimensionais do presente. E um tempo que somos nós de olhos postos numa janela.

2 comentários:

Luis Eme disse...

abraço Cristina, no meio da maresia do nosso Oeste.

Joaninha Musical disse...

Concordo plenamente com essa grande frase. Um beijinho para ti e fica com deus!!