segunda-feira, dezembro 30

Possível pensamento tido antes da meia noite.



Doze, come duas a duas que custa menos. Dez, porque são para a boa sorte. Oito, lá fora a transparência de mais uma noite. Seis, cá dentro a desenhar janelas para um tempo que nunca seria seu. Quatro, os verbos a descobrirem-se circulares. Dois, as doze passas ainda cerradas não mão. Não as comes?  Assim perdes os desejos.  Paciência. Nunca gostei de passas. 

2 comentários:

Mafalda disse...

eu substitui as passas por maltesers e digo-te que sou muito mais feliz.. :)

beijinhos
Mafalda
http://masterchefdealgibeira.blogspot.pt/

Inês disse...

Ehehehe! Adoro a ideia dos maltesers! Eu também não sou muito amiga de passas! :)

Beijinhos e um bom ano!!!
http://www.madamexicaras.com/