quarta-feira, agosto 29

Candeeiros



Era filho da sétima de seis irmãos. Na aldeia da serra diziam-na bruxa. Talvez pelos olhos cor de neblina. Talvez pelos filhos que desfizera depois da segunda filha ter nascido. Talvez por não lhes conhecerem os pais.  Bruxa, a tua mãe é bruxa. O vento da serra  passava por entre os cabelos ralos da mãe e tingiam-nos com cheiro a limão e tomilho. Ele seguia-lhe os passos calçados de alpercatas,  pelo trilho das cabras, puxando a burra que à volta traria os alforges cheios de gravetos para o lume. Era longo o caminho até à Fórnea.  Bruxa, a tua mãe é bruxa. A irmã a cobrir o rosto que chorava e ele a bulhar com os outros. A irmã a chorar fininho no canto da sala que também era o quarto e o resto da casa, que talvez até nem tivesse cantos e que ninguém sabia quem construíra, e a mãe a limpar-lhe o lábio rasgado. Bruxa, a tua mãe é bruxa e a irmã a passar a fronteira a salto na carrinha de caixa aberta que levava as azeitonas curtidas. A tua mãe é a bruxa da Fórnea, matou-te os irmãos e deitou-os num algar. Bruxa, a nossa mãe era bruxa,  murmurou a irmã com sotaque francês sobre a campa da mãe.  Feita de pedras da serra e ressentimento da aldeia. Soprava o mesmo vento coado pelo cabelo ralo. As pedras cheiram a limão, disse ele. A irmã limpou o batom seco dos cantos da boca. Não me cheira a nada, disse ela entornando um sotaque sem memória. Pareceu-lhe a ele que a burra dobrava a curva do caminho da Fórnea. Faz-lhe falta uma  santinha, disse a irmã enquanto ajeitava as flores, amanhã trago-lhe uma imagem da nossa senhora de Fátima.


SOUFFLÉ DE LIMÃO




Ingredientes ( 4 soufflés)

150 g de Curd de limão
4 Ovos
50 g de Açúcar
2 colheres de sopa de Farinha

Manteiga derretida e Açúcar

Separe as gemas e as claras. Bata as claras em castelo e no fim junte o açúcar até obter um merengue firme.Envolva o curd de limão com as gemas e a farinha. Envolva cuidadosamente o merengue. Unte as formas com a manteiga derretida e polvilhe com açúcar.
Coloque a mistura dentro das formas e leve ao forno a 180ºC durante 12 minutos. Servir quando sair do forno com uma bola de sorbet de framboesa.

Receita do Chef Nuno Barros para o hotel  Cooking and Nature

10 comentários:

OnePlusTwo disse...

Hmmm... maravilha!

oneplustwoblog.blogspot.pt

Leonor disse...

Que delícia!

cores e outros amores disse...

Este teu espaço é realmente fantástico! Deslumbram-me as palavras, as histórias contadas de um modo que parece que fazemos parte delas... delicio-me com as imagens doces das delícias doces... enfim, é bom estar aqui!

CF disse...

Excelente. O texto claro, o resto não sei, mas imagino que o seja :)

Carla disse...

Adorei. É sempre bom saborear um texto na companhia de um doce.
Beijinhos

Papoila disse...

Aqui é dificil escolher o que me agrada mais, se os textos se as receitas. Parabéns. Bjs

Luisa Alexandra disse...

Que maravilha, tem um aspecto tão bom!

Anónimo disse...

2 em 1 ou seja duas delicias numa só página ou seja tanto o texto como o doce 2 Delicias. Parabéns

são33 disse...

ADOREI O POST , O SOUFLE ESTA DIVINO.
BJ

mfc disse...

Um carinho que perpassa por todo o texto... aquele carinho que devolve a bondade a quem teve uma vida de sofrimento!
Que texto mais lindo!
Beijinhos,