terça-feira, julho 17

Ponta Gea



Sempre que chovia esperava pela enxurrada. Pelo barulho ensurdecedor da água no chão. Lá ao fundo, num fundo perto da janela, havia o mar. Aqui a cidade era velha e cinzenta-quase-branca. Sem as avenidas largas dos seus doze anos. Depois da chuva, o cheiro forte da terra molhada. Aqui só pedra molhada, que a pedra não tem cheiro por ser cinzenta. O cinzento sim, é a ausência de tudo. Que olhas tu pela janela? Olho o mar, o mar que ficou do outro lado. Os rapazes galgando as ondas  nas pressões de ar e o cheiro, o cheiro que nunca vem depois daquela chuva morrinha. Aqui o tempo não chove, aqui o tempo chora, como se lhe doesse a falta de espaço e de cor. Que olhas tu pela janela? As mãos no vidro a quererem aumentar as gotas minúsculas presas ao vidro do tempo. O barulho é imenso mas dura metade do tempo de uma manga comida debaixo do alpendre. O sumo doce pinga da boca e o aroma mistura-se com o da terra molhada. Que olhas tu pela janela? Nada, não olho nada. Que o cinzento é nada.

Tarte tatin de Manga



2 mangas
1 embalagem de massa folhada
60g de manteiga
120g de açucar
Raspa de 1 lima
2 colheres de sopa de coco levemente tostado

Descasque as mangas e corte-as em pedaços. Derreta a manteiga com o açúcar, numa frigideira que possa ir ao forno,  até caramelizar ligeiramente. Junte a manga e a raspas de lime e deixe caramelizar. Deixe arrefecer um pouco e coloque a massa folhada por cima. Leve a forno pré-aquecido a 180º . retire quando a massa estiver folhada. Desenforme de imediato e polvilhe com o coco ralado.

6 comentários:

Papoila disse...

Ola. Tarte Tatin é uma das minhas sobremesas favoritas. Já fiz com varias frutas mas nunca com manga. A experimentar sem duvida.
Bjs

mfc disse...

Esse olhar vazio que tantas e tantas vezes nos acompanha!
Desolador como a ausência do cheiro a terra depois de uma chuvada!

Beijinhos,

Blondewithaphd disse...

Ai meus deuses, que agora é de manga. vou experimentar esta (parece-me tão fácil que até uma nabiça como eu consegue mas vou trocar a massa folhada por quebrada, por causa da gordura...)

Moira disse...

Não imaginas como eu gosto de cheiro de terra molhada... precioso o texto. :)
Obrigada!
Bj

Leonor disse...

Gosto muito de tarte tatin e já fiz de maçã, alperces e pêssegos. Esta fica muito doce?, Cristina?

CNS disse...

Olá Leonor.

Não, sinceramente não fica muito doce. Inclusivé a lima dá-lhe um toque ácido muito bom