terça-feira, dezembro 6

Trinta dinheiros

Costumava sentar-se no banco que havia debaixo da figueira. É uma árvore para gente traiçoeira, dizia-lhe a mãe. Paciência, que fazia boa sombra. Sentava-se no banco e punha as nozes, que trazia no bolso, dentro da boina de fazenda. E ficava ali, a parti-las com as mãos, enquanto via quem passava, mesmo quando não passava ninguém. Às vezes dizia, boa tarde, mas os outros baixavam os olhos e murmuravam, é o bufo. Ele ouvia, mas não ligava, encolhia os ombros e partia mais uma noz. Às vezes também passava uma velha. Ela passava no seu passo quebrado de viúva, que é um passo de quem já não espera mais nada. Tinha um filho, a velha. E ele partia mais uma noz a tentar lembrar-se da cara do rapaz. Nunca conseguia. Era normal. Só se lembrava dos nomes. Para isso sim, sempre tivera boa cabeça. Era até capaz de se lembrar dos apelidos todos e pela ordem certa, se fosse caso disso. A velha, sempre que passava, parava e olhava-o com os olhos bem abertos. Cabrão, dizia entre dentes. Ele ouvia, fingia que a noz tinha bicho e deitava-a fora. Manuel. Era como se chamava o comuna do filho dela. Manuel de Jesus Cipriano. A velha afastava-se na curva do caminho. Cabrão do bufo que não há meio de morrer, ela a dizer, com a raiva a vergar-lhe ainda mais a corcunda das costas. E ele atirava as cascas para o chão e dizia bem alto, Joaquim. Lembra-te que o meu nome é Joaquim.

Mousse de maçã com nozes





600g de maçã reineita descascada
150g de nozes picadas
150 g + 100g  de açúcar
40g de manteiga
3 claras
sumo de 1 limão

Corte as maças em gomos finos e regue-os com metade do sumo de limão. Leve a manteiga com 150g de açúcar ao lume até fazer um caramelo claro. Junte as maçãs e deixe caramelizar até amolecerem. Deite as maçãs e o caramelo, juntamente com o restante sumo de limão num liquidificador  até ficar um creme aveludado. Deixe arrefecer completamente.  Bata as claras em castelo e junte os restantes 100g de açúcar até obter uma massa de merengue. Misture cuidadosamente o creme de maçãs com o merengue. Deite em tacinhas e polvilhe com nozes picadas. Leve ao frigorifico durante pelo menos 1 a 2 horas


Receita adaptada de Maria de Lourdes Modesto

5 comentários:

Ondina Maria disse...

hm, mousse com maçã reineta, que coisa boa. E uma excelente forma de aproveitar claras, para variarmos um pouco dos financiers e bolinhos de clara. Já para não falar que a combinação com a nozes é coisa divina. Esta receita levo comigo, talvez lhe adicione uma pitada de canela :)

Beth disse...

Uma mousse muito fofinha pelo seu aspecto gostei amiga!

bjs

Claudia Sousa Dias disse...

Esta tb posso experimentar...

mfc disse...

Há estigmas que ficam para sempre!!
Ninguém esquece nada.

receitas para a felicidade disse...

Adorei a mousse, adorei os textos adorei as receitas e fico-me por aqui...

beijinhos(virei mais vezes)!