segunda-feira, setembro 19

Bica cheia

O café onde parávamos ainda lá está, com as mesmas cadeiras verdes sobre a calçada preta e branca. Lembro-me que foste tu quem me explicou que havia calcário preto, partido à mão por homens da serra. Há dias em que ainda lá vou e ensaio cartas como esta. Cartas que não envio, porque já ninguém o faz. Sento-me e tiro o moleskine que fica sempre em branco, porque fica sempre tudo escrito no pensamento. Estás a escrever, dizias-me enquanto pedias o chocolatinho para acompanhar o café. E eu, de olhos perdidos em pequenos nadas, como os sapatos brilhantes do varredor de ruas ou os brincos da vendedora de flores, ria-me. O café onde parávamos ainda lá está. Encontrei a Mariana na caixa do supermercado. Perguntou-me se eu ia ao congresso na antiga FIL, que acho que se chama agora outra coisa. Comprámos lá uma tenda a meias, lembras-te? Para levar para um sudoeste que ainda era só Alentejo e sem festivais. Eu disse-lhe que não. Que me tinha desligado da área, que já não ia a congressos nem seminários. Perguntou por ti. Disse que tinhas ido para fora. Para tentares conquistar o mundo que pensávamos ter a nossos pés, tão perto como as luzes que víamos da roda gigante de Entrecampos. Que, tal  como o nosso futuro,que nos parecia tão óbvio e fácil, já não lá está.  Mas o café onde parávamos, esse ainda aqui está e hoje depois de pedir a minha bica cheia, abri o moleskine e escrevi estas linhas. Talvez te envie isto por email. Ou por uma mensagem no facebook, onde ponho likes nas tuas fotos tiradas do outro lado do oceano. Ou talvez me esqueça delas aqui, no café que também ficou parado deste lado.



Mousse de café e chocolate


Ingredientes
100g de chocolate negro (70% cacau)
4 ovos
150g de açúcar
1 colher de sopa de café instantâneo
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de licor de café


Derreta o chocolate com a manteiga em banho Maria. Bata as gemas com o açúcar e o café até obter um creme leve e fofo. Junte o chocolate derretido ao preparado e leve de novo a banho Maria até dissolver os grânulos de café e obter um creme brilhante. Bata as claras em castelo  e envolva-as cuidadosamente no creme de chocolate e café (arrefecido)e junte o licor de café. Leve ao frio por umas horas e sirva com chantilly.

6 comentários:

Isabel J. disse...

O tempo em que o nosso futuro era tão óbvio e fácil já lá vai.... e deixa sempre saudades!

Adorei Cris!
:*

Blondewithaphd disse...

Ai que yummie!!!

mfc disse...

Uma nostalgia imensa e linda!

tiaselma.com disse...

Cris, teu sítio é alimento para espírito e corpo... Maravilha!

Beijocas!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Gosto desta combinação de texto com gastronomia. O texto ficou ainda mais saboroso!

M Isabel G disse...

Gosto muito dos textos, da combinação com o chocolate e de tudo!
PArabéns.
e obrigada