terça-feira, outubro 9

Beautiful




Escrevo-te uma carta num tempo de palavras virtuais. Gosto do correr da minha letra que sempre foi ilegível. Como se a mão se prolongasse indefinidamente num tempo reflexivo. Como estás, pergunto, como andas? Quando o que realmente escrevo, naquelas palavras surdas por detrás da tinta, é, como estou? Como estão os miúdos? Dizem que o Outono desse lado do Oceano, é lindo.

A mãe senta-se na mesa e põe os sacos na cadeira ao lado. O miúdo senta-se sem a ver, de olhos postos na consola. A mãe fala com ele, debruçada, sem lhe tocar. O miúdo não a ouve.

Talvez te vá visitar para o ano. É a promessa que sabes que não irei cumprir mas que faz sentido ser recorrente numa carta que busca saudades numa vida tão diferente do que devia ter sido. Talvez te vá visitar para o ano, quando as coisas estiverem melhores.

A mãe aponta-lhe o Outono que já começa a chegar à calçada e responde pela mudez do filho. Suspira e bebe o café. Tem um ar demasiado cansado que lhe envelhecem os poucos trinta que tem. A luz oblíqua e dourada de Outubro ilumina-lhe meio-rosto.

Falo-te do Outono de cá, mas não do Outono perene fora da cidade, que esse não tem lugar no nosso imaginário, antes daquele que dentro de umas semanas irá cobrir as calçadas da cidade. Falo-te do tempo que corre lá fora. O cá dentro fica em silêncio por já ser lá fora demais.

A mãe e o filho continuam o monólogo inútil. As outras mesas preenchem-se com pessoas de rostos iguais. As folhas caem no tempo invisível de sempre. Eu deito a folha de papel fora.

Os afectos já não se medem em papel.

And the leaves fall from red to brown
To be trodden down
Trodden down
And the leaves turn green to red to brown
Fall to the ground
And get kicked around

(Beautiful- Marillion)


A confeitaria aceitou mais um desafio do Convidei para Jantar,  desta vez em casa da Vera, sob o tema Idolos musicais.
A confeitaria escolheu Marillion,  e esta música deu o mote às historias de ler de comer, de hoje.



Strudel de marmelo e pêra



4 folhas de massa filo
2 marmelos
3 pêras
50g de sultanas
4 colheres de sopa de açúcar
2 colheres sopa de vinho do Porto

Deite as passas numa tacinha com o vinho do Porto e deixe-as repousar pelo menos duas horas. Corte os marmelos e as peras em cubos pequenos. Leve-os numa frigideira ao lume com o açúcar e com as passas e o vinho do porto e deixe reduzir(retire mal veja que a fruta se está a desfazer)
Pincele as folhas de massa filo com manteiga, sobreponha-as, deite o recheio, completamente arrefecido e enrole como se fosse uma torta.
Leve a forno pré-aquecido a 200º até ficar dourada por fora.
Polvilhe com canela e açúcar em pó antes de servir.





12 comentários:

Claudia Sousa Dias disse...

Aiiiiii....!!!!

As irresistíveis calorias, Cristina!

Moira disse...

Belissíma escolha, da receita e da música :)

Ginja disse...

Gostei tanto de ler o teu texto, da música e fico deliciada com este strudel com marmelo e pêra, excelente combinação! :)
Um beijinho.

Maria disse...

Escolha muito requintada. Gostei imenso.
Beijo
Maria

Manuela Teixeira disse...

Umas palavras inspiradoras, uns convidados especiais e uma sobremesa irresistivel: a combinação perfeita para uns momentos bem passados. Huuuum! Adooorei!

Bjnhos e uma semana maravilhosa.

(http://saborescomtepo.blogspot.pt)

Ondina Maria disse...

estou maravilhada com este strudel de marmelo... maravilhada!

Blondewithaphd disse...

Como é que eu, com um marmeleiro no quintal e com as costelas alemãs nunca me lembre de fazer Apfelstrudel de marmelo?!
Obrigada, obrigada, obrigada!!!!!

Belinha disse...

Que maravilha... Qualquer dia tenho que experimentar pois é bastante rápido
Beijinhos
Belinha
Mundo das Receitas
http://mundodasreceitas.blogspot.pt/

Pami Sami disse...

É sempre um deleite ler os teus textos. A letra da música é muito bonita, não admira que tenha dado origem a tão belo texto e tão irresistivél strudel!

Candy Love disse...

Bem que coisa deliciosa!! ;)
Mas como neste blog só há tentações maravilhosas, tive de me tornar seguidora ;p
Beijinho

Lume Brando disse...

Mmmmm... deve ser tão bom.
Há uns dias fiz um crumble de marmelo e maçã e também caramelizei a fruta antes, mas achei que ficou muito doce. Acho que ia gostar mais deste strudel :)
Mas escolhia outra banda sonora, pode ser?
Um beijinho
Teresa

Alice disse...

O texto está um encanto e com essa música a tocar em pano de fundo, ainda mais bonito é:)
E esse strudel, meu Deus, mas que coisa mais tentadora, adorei, o recheio é maravilhoso!!
Beijinhos:)