terça-feira, outubro 23

Se Deus quiser.




Se Deus quiser. A mãe terminava todas as frases assim. Até amanhã se Deus quiser. Há-de ficar melhor, se Deus quiser. E sente a mão quente de dedos largos da mãe na sua.Os passos dela no mármore gasto dos degraus da Igreja. Tira lentamente o missal de capa preta, de onde pende uma fina fita de cetim castanha. Ajeita-lhe as pregas da saia, a gola engomada e com um gesto leve do queixo anguloso manda-a sentar. O cheiro das velas. É o filho do vizinho de cima quem as acende. Quando se volta, olha-a e sorri. E enquanto o olhar lhe desce do rosto para o resto do corpo, o rosto da mãe sulca-se de rugas, os olhos cansam-se e sob a mesma renda preta os cabelos castanhos claros adoçam-se em tons de baunilha. A fita de cetim do missal perde o brilho. É mais um domingo à tarde. As senhoras de fatos compostos e vozes baixas vêm para o chá. Os cheiro amanteigado dos scones, entranha-se pastoso nas conversas feitas. Do outro lado da janela da sala, ele faz-lhe um sinal. Vou estudar um pouco, mãezinha. A boca dele cheira a tabaco e as mãos que lhe percorrem o corpo por debaixo das camisolas que a mãe tricota à mão, deixam um rasto morno de cera  Cheiras a bolos, diz-lhe ele. Ensinou-
a a beijar e a travar um cigarro. Luísa molha os lábios, abre a gaveta procurando o maço de tabaco escondido. Estiveste a fumar Maria Luísa? O rosto na mãe perto da sua boca, que ainda sabe à saliva dele. Que está pelo corpo todo. Não, mãezinha. Que eu não fumo. Nem nunca hei-de fumar. Se Deus quiser, não, Maria Luísa. Se Deus quiser, não.

In Deserto do Mundo



Scones


350 farinha sem fermento
80g de manteiga sem sal
170 ml de leite gordo
1 ovo
30 g  de açúcar
2 colheres de  chá fermento em pó
1 pitada de sal fino

Misture a farinha com o açúcar, o sal e o fermento. Corte a manteiga em cubinhos, que deverá estar bem fria, e deite na mistura de farinha. Esfarele tudo com a ponta dos dedos. Bata o ovo com o leite e misture. Não trabalhe muito a massa. Estenda a massa e corte como desejar. Pincele-os com um pouco de leite. Leve a forno pré-aquecido a 180º durante 15-20 minutos . Sirva-os quentes com manteiga ou compota.

3 comentários:

Cidália disse...

Ficaram fantásticos!

Sandra Batista disse...

Absolutamente irresistíveis!!
Bjs

Blondewithaphd disse...

ora aqui esta uma receita que já tenho feito (até me senti uma artista culinária só por ter lido!). E, quando fizer mais, "se Deus quiser" hão-de ficar tão maravilhosos como estes:)