terça-feira, outubro 30

Da inspiração




Andava descalça no chão de tábua corrida. Que quase não chiava quando atravessava, em bicos dos pés,  os vinte passos que separavam o corredor escuro da janela do quarto.  Sentava-se em cima da arca velha, aquela onde guardava o enxoval que nunca usara, e que servia de banco debaixo do parapeito. Cruzava as pernas sobre os joelhos e inalava o cheiro  a quase-especiarias da madeira exótica da arca.  Da janela de quadrados de vidro, olhava a rua  que corria debaixo dos pés dos outros.  Sobre as pernas um caderno cheios de rascunhos de sonhos. Levantava a guilhotina de madeira branca e deixava a manhã entrar. E os primeiros sons da cidade arrastavam-lhe a mão pelo branco áspero.  Com a outra limpava as gota de sumo, da pêra que ia trincando, e que lhe esborratavam a tinta das letras.  Até que lhe faltava sempre uma palavra, a que antecedia o fim da ideia. Então, parava, deitava o caroço roído no lixo, fechava o  caderno depois da janela e antes de fazer de novo os vinte passos de tábua corrida dizia, amanhã compro uns chinelos.

Pêras em calda de especiarias e moscatel



4 pêras rocha
2 cravinhos
4 vagens de cardamomo
1 pau de canela
1 vagem de baunilha
100 g de açúcar amarelo
2 colheres de sopa de vinho Moscatel

Descasque as pêras  descaroce-as e reserve as cascas. Coloque-as num tacho cobertas com água, o açúcar  as cascas e as especiarias ( esmague os cardamomos e abra a vagem de baunilha, raspe as semente e coloque-as juntamente com a vagem no tacho). Deixe levantar fervura e depois baixe para lume brando até as pêras estarem cozidas mas ainda firmes. Retire as pêras e coe a calda. Leve-a de novo ao lume, juntamente com o vinho Moscatel  e deixe reduzir até metade. Sirva as pêras frias, regadas com esta calda



4 comentários:

vera ferraz disse...

Hum... que perfume maravilhoso que essas peras devem libertar! Quase que consigo imaginar!
Que sugestão fantástica, até para mim, a quem as peras não dizem muito!

Pami Sami disse...

Ahhhh... Pêras, que bem que combinam com o teu texto e todas essas maravilhosas especiarias...

Ginja disse...

Doces pêras, que inspiram doces momentos :)
Um beijinho.

Manuela Teixeira disse...

Deliciosas e maravilhosas pêras perfumadas com especiarias. Uma delícia para os sentidos.

Bjnhos e uma semana fabulosa.

http://saborescomtempo.blogspot.pt/