sexta-feira, novembro 30

Cem


Na véspera de fazer  cem anos pensou que só se arrependera de não ter feito duas coisas na vida: aprender a conduzir e falar francês. Durante décadas fora conduzida no carro azul do marido. De mãos plácidas sobre o colo e olhos fixos na imagem de S. Cristovão, pendurada no retrovisor. Benzia-se sempre antes do carro arrancar, mesmo que fosse só para ir até ao mercado.  Ou até à pastelaria onde iam aos sábados à tarde comer bolos e fingir que conversavam com os outros. As outras senhoras, que também não sabiam conduzir, pediam a especialidade da casa, profiteroles. Ela, como tropeçava nos “rs” arranhados, pedia sempre uma torrada. Na véspera de fazer cem anos, só se arrependeu disso.  Não se arrependeu de não ter tido outro homem que não o marido, nem de nunca ter viajado para além da Figueira da Foz, onde passavam o verões. Não se arrependeu de nunca ter votado ou de ter casado. Afinal, quem teria cuidado dela se não fossem o falecido marido e os filhos? Dos filhos talvez só tivesse tido um em vez de dois, que as dores de parto tinham custado muito. Na véspera de fazer cem anos  pediu que não lhe fizessem festa. Custava-lhe estar com pessoas de quem não se lembrava do nome. E as que se lembrava já tinham morrido.  Mas fizeram.  E pediu como prenda de anos um daqueles bolos que eram uma torre de profiteroles. E um livro do Albert Camus. A rapariga de cabelo curto, que insistia em ser sua neta, riu, que disparate, a avó nunca lê. Mas era um nome tão lindo, Camus, soprava-se na boca como um poema, e ela achou que ficava bonito na mesa de cabeceira. No dia em que fez cem anos compraram-lhe um bolo cheio de rosas de açúcar e mais um colar de pérolas de Palma de Maiorca.



Hoje, a confeitaria publica a sua 100ª  estória de ler e a sua 100ª estória de comer. Obrigada a todos que aqui vêm.



Profiteroles de chocolate com ganache de chocolate e laranja


Para os profiteroles:
200 ml de água
1 colher de chá de sal
20 g de açucar
60 g de manteiga sem sal
110g de farinha sem fermento
5 ovos médios
20 g de cacau

Para a ganache
200ml de natas
200g de chocolate de leite
2 colheres de chá de licor de laranja
Raspa de uma laranja

Pré-aqueça o forno a 180º. Leve a água, o sal, o açúcar e manteiga num tachinho ao lume até ferver e derreter a manteiga. Deite a farinha, misturada com o cacau de uma só vez e mexa energicamente até se soltar das paredes do tacho. Retire do lume e adicione os ovos batendo muito bem.
Deite a massa num saco de pasteleiro e fala pequenos montinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal . Leve ao forno por 30 minutos.
Derreta o chocolate com as natas em banho maria, até obter um creme homogéneo.  Junte o licor e a raspa de laranja. Leve ao frio durante pelo menos 2 horas. Bata com batadeira até duplicar de volume. Recheie os profiteroles com este creme

Adaptado de Saveurs, nº 195 pag 39.


21 comentários:

OnePlusTwo disse...

Ai que delicia que deve ser. Vou guardar! ;)

oneplustwoblog.blogspot.pt

Inês Mota disse...

Cem estórias e receitas deliciosas. Parabéns Cristina pelo duplo talento, pela sensibilidade, pelo bom gosto e por todo este trabalho lindo. Fico à espera do livro, serei a primeira na fila dos autógrafos :)
Um beijinho grande.

CNS disse...

OnePlusTwo

Experimente. São mesmo deliciosos :)

CNS disse...

Obrigada, Inês.

És uma querida. Beijinho grande.

Candy Love disse...

WOW mas que tentação!! :)

Blondewithaphd disse...

Yay!!!! Mais cem x cem x cem!!!!
Parabéns!

Um toque de canela disse...

Que maravilha! Fiquei fã!
Beijinhos
paula

http://1toquedecanela.blogspot.pt

CNS disse...

Candy Love e Toque de Canela

Obrigada :)

CNS disse...

Blonde

100*100*100 obrigadas, pelas tuas leituras.

Maria Caxuxa disse...

Olá!
O seu blogue é delicioso e dá-me serenidade.
Parabéns pelo número rechonchudo.

frango do campo disse...

e que forma doce de comemorar :) com uns gulosos profiteroles :) venham mais estórias e mais receitas :) beijinhos

Ondina Maria disse...

Um centenário de belas histórias, sempre acompanhadas de uma deliciosa receita. É bom parar aqui e viajar pelos pequenos contos que muitas vezes me fazem pensar na vida. E que venham muitos mais!

Ginja disse...

Que deliciosa maneira de celebrar. por aqui tudo encanta, as histórias e as receitas :) Adorei os profiteroles.
Um beijinho.

Babette disse...

Cristina!
Que bom chegar aos 100 anos com apenas dois desejos por concretizar. Eu para já acrescento aos meus estes doces profiteroles;)
Babette

Ricardo Tiago disse...

ok. agora sim, estou a babar...

Diogo Marques disse...

Muitos parabéns e venham mais cem!!

Publicas receitas tão lindas e saborosas que nós é que agradecemos :)

Esta então...todo esse chocolate tira-me do sério :)

Um beijo
Diogo

CNS disse...

Maria Caxuxa, Frango do Campo, Ginja, Ondina Maria e Babette, Obrigada :)

As estórias, tanto de comer como de ler só se complectam com a vossa leitura.

bjs

CNS disse...

Ricardo Tiago e Diogo Marques

Mais 100 então :)

obrigada

bjs

Petiscos e Miminhos disse...

fiquei a babar :))
devem ser maravilhosos!
beijinhos

maria madeira disse...

Número redondo e bem merecido:)

Susana disse...

Já vai tarde, mas mais vale assim do que nunca. Parabéns por um blog simplesmente maravilhoso.

Susana